Funcionários do BB paralisarão atividades em toda a Paraíba contra desmonte da instituição

em 27 de janeiro de 2021

Compartilhe agora mesmo:

Funcionários do BB paralisarão atividades em toda a Paraíba contra desmonte da instituição

Os funcionários das agências do Banco do Brasil (BB) irão cruzar os braços nesta sexta-feira (29), durante 24 horas, em todo o Estado da Paraíba, em protesto contra o processo de reestruturação e desmonte da instituição financeira pública.

Os detalhes do movimento serão organizados na noite desta quarta-feira (27) durante reunião remota realizada entre integrantes da categoria e o Sindicato dos Bancários da Paraíba.

De acordo com informações do Sindicato, os bancárias e bancários deliberaram pela paralisação na assembleia específica que foi realizada na segunda-feira (25), por não aceitarem as medidas impostas unilateralmente pela direção do Banco do Brasil, que vai fechar mais de 350 agências, acabar com a função de caixa executivo e demitir cinco mil funcionários, através de um plano de demissão voluntária.

Ainda segundo o Sindicato, o fechamento de agências em pequenos municípios tem um forte impacto social e econômico. Uma preocupação especial recai em pequenas comunidades ou em regiões dedicadas à agricultura familiar e a pequena produção.

De acordo com dados da Secretaria de Agricultura Familiar, se o Brasil só contasse com a produção familiar, ainda assim, estaria entre os 10 maiores países na produção de alimentos. Na região Nordeste, onde boa parte da população economicamente ativa está envolvida na pequena produção familiar, o fechamento de agências do Banco do Brasil representa a estagnação econômica do município, fim de muitos negócios locais e aumento no preço dos alimentos.

O presidente do Sindicato dos Bancários, Lindonjhonson Almeida, parabeniza os companheiros e companheiras do Banco do Brasil por terem deliberado pela paralisação quase por unanimidade e ressalta a importância do BB e a intransigência da direção do banco.

“O Banco do Brasil tem uma história de 212 anos de serviços prestados à sociedade brasileira, é uma empresa pública que tem uma função social bem definida, gera lucros para o governo e não pode ser atacado assim dessa maneira, através de uma reestruturação que vai prejudicar o povo, que é o seu verdadeiro dono. O seu quadro funcional está defasado e não pode abrir mão de 5 mil funcionários. Se as filas já são enormes, imagine quando o BB tiver menos funcionários, menos caixas e menos agências. Então, qualquer mudança no seu quadro funcional tem de ser negociada com os sindicatos da categoria, conforme o Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) vigente. Portanto, contra a intransigência só temos uma arma, que é amparada pela legislação, e vamos fazer uma grande paralisação de alerta nesta sexta-feira. Todos e todas à plenária organizativa desta quarta-feira (27), às 19h, pela plataforma Zoom”, conclama Lindonjhonson Almeida.

.

Com Paraibaradioblog

Compartilhe agora mesmo:

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta


*


*


Seja o primeiro a comentar!

Conheça o FAZ MEU PEDIDO

Pedidos Online e sem Baixar APP

Mais tempo e Promoções!