Diocese de Cajazeiras suspende temporariamente celebrações com presença de fiéis

em 26 de fevereiro de 2021

Compartilhe agora mesmo:

Diocese de Cajazeiras suspende temporariamente celebrações com presença de fiéis

Após reunião com os Vigários Forâneos da Diocese de Cajazeiras, o Bispo Dom Francisco de Sales decidiu suspender temporariamente as celebrações com participação presencial dos fiéis.

A deliberação é válida para todas as Paróquias da Diocese de Cajazeiras e terá efeito até o dia 10 de março, havendo a possibilidade de modificação da data conforme análises do comportamento da crise causada pela pandemia da Covid-19.

No documento publicado na noite desta quarta-feira (24), Dom Francisco de Sales expressa preocupação com a piora da situação pandêmica e vagarosidade na vacinação, além de criticar a falta de reconhecimento aos esforços exercidos por ambientes e instituições em respeito às normas sanitárias previstas pelas organizações de saúde.

“As novas mutações do vírus são uma realidade que assusta. As vacinas, que chegam a conta-gotas, ainda não são suficientes paraimunizar a população e esta, em algumas situações particulares, não tem colaborado com as medidas preventivas que evitem a disseminação da doença. Por outro lado, os governos a quem compete tomar medidas de controle, por meio de decretos normativos, infelizmente, algumas vezes, passam-nos a percepção de marginalização de ambientes e instituições que notavelmente adotam, de forma austera, as medidas profiláticas exigidas e que não são reconhecidas, pelos ditos decretos, nos seus esforços e no bem que têm feito à saúde pública no presente contexto”, disse.

Além da suspensão das celebrações com presença física de fiéis, as novas diretrizes ainda prevêem que as Igrejas sejam mantidas abertas durante o dia para visitação e oração pessoal dos fiéis, e que as secretarias paroquiais mantenham o funcionamento, observando as normas sanitárias. Batizados e casamentos devem acontecer somente após o período de suspensão, assim como os encontros, reuniões e quaisquer outros momentos que provoquem aglomerações de fiéis.

Dom Francisco de Sales prevê também que todas as Paróquias que possuem São José como padroeiro, podem optar pelo adiamento do novenário em honra ao santo para o mês de agosto, tendo o dia 08, Dia dos Pais, como data de encerramento das festividades. Por outro lado, a Festa de São José, comemorada no dia 19 de março, deverá ser celebrada solenemente por toda a Diocese, “suplicando a intercessão do Santo Patrono da Igreja pelo fim da pandemia”.

A reunião geral do Clero que estava prevista para o dia 03 de março também foi suspensa e uma nova data deve ser anunciada.

O Bispo dirige um agradecimento especial à Pastoral da Comunicação e pede que “continue sempre se aprimorando e disponibilizando os canais em que os fiéis participem de forma remota das celebrações e possam também colaborar para a manutenção do culto”.

Ao se dirigir de forma mais direta ao clero, Dom Francisco de Sales exorta que estes “busquem formas criativas de acolhimento e atendimento, para que, mesmo em meio às restrições que nos são impostas, possamos manter a assistência ao povo de Deus, serviço essencial neste tempo de pandemia, especialmente os doentes e aqueles que se encontram mais fragilizados”.

PASCOM DIOCESANA

Compartilhe agora mesmo:

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta


*


*


Seja o primeiro a comentar!

Conheça o FAZ MEU PEDIDO

Pedidos Online e sem Baixar APP

Mais tempo e Promoções!