Bem vindo ao CanalNoite A Sua Noite Passa por Aqui + de 20 anos no ar

Want to Partnership with me? Book A Call

Popular Posts

Dream Life in Paris

Questions explained agreeable preferred strangers too him her son. Set put shyness offices his females him distant.

Hot

Categories

Edit Template

Estreante na SPFW, Reptilia traz coleção atemporal com modelos 40+


Sob o comando da arquiteta curitibana Heloisa Strobel, a marca Reptilia fez sua estreia na 57ª edição da SPFW na noite desta terça-feira (10) – data que marca o segundo dia da temporada de moda nacional.

Nomeada de “Indelével”, a coleção, apresentada no shopping JK Iguatemi, desfilou mais de 30 looks com texturas diferenciadas para garantir uma atmosfera modernista, explorando peças bem funcionais.

Apresentando peças duráveis, que não desaparecem com o tempo, a etiqueta é uma aposta de moda feita por mulheres, com produção à mão.

Reptilia encerra 2º dia da SPFW N57
Reptilia encerra 2º dia da SPFW N57 / Tomzé Fonseca/ AgNews

Em entrevista à CNN, a diretora criativa da etiqueta reflete sobre a importância de levar o seu trabalho para a edição.

“A passarela é muito impactante. É um processo que envolve muita energia. A gente fica aqui atrás, se prepara e quando vê acontecendo, é como um explode coração”, conta.

“É importante estar aqui e mostrar o nosso trabalho, a gente faz moda brasileira, a gente faz moda criada por mulheres e isso precisa ser explorado”, acrescenta Heloisa.

Casting diverso com modelos 40+

Na passarela, além da cartela de cores ácidas, incluindo tons de verde, azul e vinho, a proposta foi celebrar uma década de moda autoral no país, com design voltado para rotinas urbanas, peças versáteis e desmontáveis.

A escolha do casting diverso, composto, em parte, por modelos 40+ chamou a atenção. Entre as desfilantes da noite, estavam Marina Dias, Neon Cunha e Rosa Saito.

Marina Dias no desfile da Reptilia na SPFW N57
Marina Dias no desfile da Reptilia na SPFW N57 / Tomzé Fonseca/ AgNews

Golas, recortes, botas, veludo, alfaiataria e acessórios, assinados por Carlos Penna e Márcio Krakhecke, também estiveram presentes na aterrisagem da Reptilia.

Coleção celebra 10 anos da marca autoral
Coleção celebra 10 anos da marca autoral / Tomzé Fonseca/ AgNews

Fazer moda no Brasil

Ainda em conversa com a CNN, Heloisa destacou as dificuldades em se fazer moda no país.

“Olha, eu comecei a Reptilia há 10 anos. Eu falo de sustentabilidade nas peças e de sustentabilidade como negócio. A moda é a segunda indústria que mais emprega no Brasil e a gente precisa manter essa força matriz funcionando”, comenta.

Coleção "Indelével", da Reptilia é apresentada na SPFW N57
Coleção “Indelével”, da Reptilia é apresentada na SPFW N57 / Tomzé Fonseca/ AgNews

“No entanto, isso precisa acontecer de forma ética, sustentável, consciente. Hoje, o grande desafio é fazer uma moda com melhor impacto, com uma agenda, com questões que a gente precisa trabalhar e melhorar na indústria”, garante.

 

 



Fonte da Notícia

Share Article:

Considered an invitation do introduced sufficient understood instrument it. Of decisively friendship in as collecting at. No affixed be husband ye females brother garrets proceed. Least child who seven happy yet balls young. Discovery sweetness principle discourse shameless bed one excellent. Sentiments of surrounded friendship dispatched connection is he. Me or produce besides hastily up as pleased. 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Edit Template

About

Appetite no humoured returned informed. Possession so comparison inquietude he he conviction no decisively.

Recent Post

  • All Post
  • Arte e Lazer
  • Cultura
  • Destaque
  • Educação
  • Esportes
  • Futebol
  • Novidades
  • Sem categoria
  • Social Media
  • Sports
  • Videos

© 2024 Criado em 2004