Bem vindo ao CanalNoite A Sua Noite Passa por Aqui + de 20 anos no ar

Want to Partnership with me? Book A Call

Popular Posts

Dream Life in Paris

Questions explained agreeable preferred strangers too him her son. Set put shyness offices his females him distant.

Hot

Categories

Edit Template

Estudo aponta possível ligação entre tatuagens e linfoma; especialistas pedem mais dados


Um estudo sueco encontrou uma ligação potencial entre tatuagens e um tipo de câncer chamado linfoma maligno, mas, no final das contas, pede mais pesquisas sobre o assunto, e especialistas em câncer dizem que a possível ligação é exagerada.

Os pesquisadores, da Universidade de Lund, disseram que queriam realizar o estudo porque se sabe muito pouco sobre os efeitos a longo prazo das tatuagens na saúde, apesar de sua popularidade crescente. Nos Estados Unidos, por exemplo, quase um terço das pessoas tem pelo menos uma tatuagem, de acordo com uma pesquisa do Centro de Pesquisa Pew de 2023.

O estudo, publicado na edição mais recente da revista eClinicalMedicine, envolveu quase 12 mil pessoas na Suécia. A partir de registros populacionais, os pesquisadores identificaram todas as pessoas diagnosticadas com linfoma maligno entre 2007 e 2017 – quase 3 mil pessoas – e as compararam com um grupo de mesma idade e gênero que não tinha câncer.

O linfoma maligno é um câncer do sistema linfático, a parte do corpo que ajuda a combater germes e doenças. Os fatores de risco conhecidos incluem um sistema imunológico enfraquecido por doenças ou distúrbios imunológicos como Aids, infecções como Epstein-Barr, idade e histórico familiar da doença. Algumas exposições a produtos químicos como pesticidas e herbicidas também podem aumentar o risco de linfoma, além da fumaça de segunda mão (fumo passivo).

Em 2021, os autores do estudo enviaram questionários às pessoas que identificaram, perguntando sobre certos fatores de estilo de vida que podem aumentar o risco desse tipo de câncer e sobre se tinham tatuagens.

Mesmo após os pesquisadores considerarem fatores que são conhecidos por afetar o risco de câncer, como tabagismo e idade, eles descobriram que o risco de linfoma maligno era 21% maior entre aqueles que tinham pelo menos uma tatuagem. A descoberta é apenas uma associação, não um vínculo direto, mas os autores do estudo enfatizaram que mais pesquisas serão necessárias para desenvolver essa conclusão.

Para surpresa dos pesquisadores, eles não encontraram evidências que sugerissem que o risco aumentava conforme a pele da pessoa era coberta por mais tatuagens.

“Ainda não sabemos por que isso aconteceu. Só podemos especular que uma tatuagem, independentemente do tamanho, desencadeia uma inflamação de baixo grau no corpo, o que, por sua vez, pode desencadear o câncer”, disse a coautora Christel Nielsen, professora associada da Divisão de Medicina Ocupacional e Ambiental da Universidade de Lund, em um comunicado à imprensa. “O quadro é, portanto, mais complexo do que pensávamos inicialmente.”

O estudo não foi configurado para determinar qual pode ser a ligação entre câncer e tatuagens, se houver, mas os especialistas são céticos.

A conclusão é “realmente exagerada”, disse Timothy Rebbeck, epidemiologista do Dana-Farber Cancer Institute e professor da Escola de Saúde Pública T.H. Chan de Harvard, que não participou da pesquisa.

“Se eu estivesse escrevendo aquele artigo, se eu fosse o editor, teria dito que a conclusão é que não há evidência de uma associação forte”, disse ele.

Os dados são sólidos, disse ele, mas os principais fatores de risco para linfomas não são encontrados em tatuagens.

“Eu diria que a mensagem aqui deveria ser que realmente não aprendemos muito sobre se tatuagens estão associadas ao câncer com este estudo, e se eu tivesse que chegar a uma conclusão, diria que os dados sugerem que não há associação”, disse Rebbeck, observando que um estudo menor de 2023 sobre a conexão entre tatuagens e linfomas ou câncer hematológico também não encontrou aumento de risco.

A estimativa de 21% de risco adicional vem dos modelos do novo estudo, mas não é estatisticamente significativa, ele disse.

Catherine Diefenbach, diretora do Programa Clínico de Linfoma no Centro de Câncer Perlmutter da NYU Langone Health, um centro médico de Nova York, disse que algumas coisas sobre o estudo não fazem sentido.

“O que não faz sentido para mim é por que não há correlação com o tamanho da tatuagem. Não faz muito sentido para mim que, se há uma resposta imunológica ou tóxica, a tatuagem maior não tenha tido nenhum impacto na associação”, disse ela. “Tenho muitas perguntas sobre este estudo.”

Diefenbach disse que nunca foi questionada sobre uma conexão entre tatuagens e câncer, mas viu reportagens sobre a nova pesquisa.

“Acho que as pessoas estão ficando muito nervosas com algo que é um estudo inicial e precisa ser validado”, disse ela.

Os autores do estudo especulam que, se as tatuagens aumentam o risco de linfoma maligno, uma razão pode ser um problema com a própria tinta. A tinta de tatuagem pode frequentemente conter produtos químicos considerados carcinógenos, incluindo metais e hidrocarbonetos aromáticos policíclicos.

Estudos anteriores mostraram que a tinta pode às vezes viajar pelo corpo, e pequenas partículas podem ficar presas nos linfonodos, o que poderia levar a problemas de saúde.

Outro estudo descobriu que a tinta de tatuagem poderia alterar ligeiramente partes das células sanguíneas que se comunicam com outras, mas não está claro se isso tem algum efeito na saúde.

Mesmo infecções são raras após a tatuagem, mostram os estudos. Em 2023, a Food and Drug Administration dos EUA emitiu diretrizes preliminares para os fabricantes de tinta de tatuagem e seus distribuidores para ajudá-los a reconhecer quando a tinta pode estar contaminada, após a agência receber relatos sobre tintas contaminadas e algumas empresas terem recolhido essas tintas. A FDA registrará e investigará reclamações contra a indústria, mas não regula a prática ou as tintas usadas em tatuagens porque são consideradas um procedimento cosmético.

Nielsen disse que seu grupo investigará se as tatuagens estão associadas a outros tipos de câncer ou doenças inflamatórias, como artrite, lúpus, hipertensão e doenças cardíacas.

Rebbeck observa que esse tipo de pesquisa pode ser difícil para o público interpretar. Ele ajuda a administrar o site cancerfactfinder.org, que visa ajudar as pessoas a entender o que causa e o que não causa câncer. Algumas pessoas perguntaram sobre tatuagens, mas a pesquisa realmente não mostra uma conexão, ele diz.

“Eu diria que realmente não sabemos muito, mas não há evidências fortes de que ter uma tatuagem vá causar câncer”, disse Rebbeck.



Fonte da Notícia

Share Article:

Considered an invitation do introduced sufficient understood instrument it. Of decisively friendship in as collecting at. No affixed be husband ye females brother garrets proceed. Least child who seven happy yet balls young. Discovery sweetness principle discourse shameless bed one excellent. Sentiments of surrounded friendship dispatched connection is he. Me or produce besides hastily up as pleased. 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Edit Template

About

Appetite no humoured returned informed. Possession so comparison inquietude he he conviction no decisively.

Recent Post

  • All Post
  • Arte e Lazer
  • Cultura
  • Destaque
  • Educação
  • Esportes
  • Futebol
  • Novidades
  • Sem categoria
  • Social Media
  • Sports
  • Videos

© 2024 Criado em 2004