Bem vindo ao CanalNoite A Sua Noite Passa por Aqui + de 20 anos no ar

Want to Partnership with me? Book A Call

Popular Posts

Dream Life in Paris

Questions explained agreeable preferred strangers too him her son. Set put shyness offices his females him distant.

Hot

Categories

Edit Template

Governo já pagou R$ 740,7 milhões em emendas parlamentares ao RS


Em meio às ações voltadas para a reconstrução do Rio Grande do Sul, o governo federal já autorizou o pagamento de R$ 740,7 milhões em emendas parlamentares ao estado.

Segundo painel da Secretaria de Relações Institucionais (SRI), a bancada gaúcha foi a que mais realizou repasses para socorrer o estado. Ao todo, os parlamentares enviaram R$ 168,9 milhões em emendas.

Os recursos, que têm sido repassados desde o dia 2 de maio, serão destinados para ações de 25 ministérios, com destaque para o Ministério da Saúde e o Ministério do Desenvolvimento Social.

As emendas parlamentares contam com uma reserva no Orçamento federal para ser aplicado nas bases eleitorais dos parlamentares, conforme indicação dos deputados e dos senadores.

Remanejamento de emendas

Na última terça (21), o governo federal abriu um prazo para que os parlamentares remanejem as emendas para ajudar na reconstrução do Rio Grande do Sul. O remanejamento, feito a partir das chamadas transferências especiais, poderia ser realizado até o sábado (25).

Segundo ofício da SRI, porém, pode haver atraso nos repasses em caso de “mudanças de beneficiário”. Para isso, sugere que os parlamentares apresentem uma retificação do repasse ao Ministério da Fazenda.

“Nos casos em que as emendas estejam alocadas em localizador específico fora do Rio Grande do Sul, o cancelamento de crédito na ação implicará a exclusão de todos os atuais beneficiários desse ciclo de pagamento, que será executado antes do período do defeso eleitoral.

Por fim, no caso de o autor da emenda já ter enviado ofício para o Ministério da Fazenda indicando novo beneficiário no Rio Grande do Sul, sugere a retificação do expediente enviado, com vistas a evitar atraso na liberação de recursos”.

Outras medidas legislativas

Além do repasse de emendas para o Rio Grande do Sul, parlamentares tem aprovado uma série de medidas para auxiliar no socorro à população.

Nesta semana, a Câmara dos Deputados aprovou um projeto de lei que permite o reembolso de shows e outros eventos cancelados por conta de chuvas no estado, aos moldes do que foi feito na pandemia de Covid-19.

Os deputados também aprovaram a isenção do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) — um tributo federal — sobre produtos da chamada “linha branca” a pessoas atingidas por desastres naturais ou eventos climáticos extremos.

Entre os eletrodomésticos de linha branca que ficarão isentos, estão:

  • fogões de cozinha;
  • refrigeradores;
  • máquinas de lavar roupa.

Além disso, também ficarão isentos de tributação:

  • tanquinhos;
  • cadeiras e sofás;
  • mesas e armários.

Os dois textos seguem agora para análise do Senado Federal.

No início do mês, o Congresso ainda aprovou mudanças na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2024 para facilitar o envio de recursos ao Rio Grande do Sul.



Fonte da Notícia

Share Article:

Considered an invitation do introduced sufficient understood instrument it. Of decisively friendship in as collecting at. No affixed be husband ye females brother garrets proceed. Least child who seven happy yet balls young. Discovery sweetness principle discourse shameless bed one excellent. Sentiments of surrounded friendship dispatched connection is he. Me or produce besides hastily up as pleased. 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Edit Template

© 2024 Criado em 2004