Bem vindo ao CanalNoite A Sua Noite Passa por Aqui + de 20 anos no ar

Want to Partnership with me? Book A Call

Popular Posts

Dream Life in Paris

Questions explained agreeable preferred strangers too him her son. Set put shyness offices his females him distant.

Hot

Categories

Edit Template

Instituto Brasil-Palestina diz que retenção de palestino em SP é “absurda”


Justiça federal decidiu repatriar homem de 37 anos, esposa grávida, filho e sogra após PF apontar suposta ligação dele com Hamas

Em nota divulgada neste domingo (23), o Instituto Brasil-Palestina (IBASPAL) considerou como “absurda” a “prisão” de Muslim M. A Abummar, detido pela Polícia Federal (PF) por suspeita de envolvimento com o grupo terrorista Hamas.

O cidadão palestino tem 37 anos desembarcou no Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, na última sexta-feira (21), acompanhado de três familiares. Segundo o advogado de Abummar, ele foi abordado por agentes da PF na porta do avião e informado de que não poderia entrar no Brasil.

Ainda de acordo com os investigadores, o homem integra a lista do FBI – a polícia federal americana – que monitora suspeitos de integrar grupos terroristas: a Terrorist Screening Center (TSC).

No comunicado divulgado neste domingo, o IBRASPAL afirma que a PF está “atuando para aplicar determinações do governo norte-americano no Brasil”. “A lista do TSC não tem amparo na legislação brasileira. Ao utilizá-la como critério para impedir a entrada de um cidadão palestino no Brasil, a PF está atuando como sucursal do FBI”, afirma o presidente do instituto, Ahmed Shehada, que assina a nota.

A organização também afirma que as acusações da PF foram feitas “sem nenhum tipo de investigação”. “Ou seja, levaria em consideração não só a lei dos EUA, mas também a própria investigação norte-americana. Coloca-se assim, mais uma vez, como verdadeira fachada para a atuação do FBI no Brasil.”

Além disso, o presidente do IBRASPAL defende que os Estados Unidos “não têm autoridade nenhuma para alegar que ninguém no mundo é terrorista”. O instituto ainda acusa o país de ser aliado do regime sionista e de apoiar mortes de palestinos na Faixa de Gaza.

“Eles fornecem as bombas, veículos, apoio econômico e político. Seria impossível para o regime sionista promover o genocídio em Gaza sem o apoio que recebe dos EUA. E isso é apenas uma das monstruosidades terroristas realizadas pelo governo norte-americano”, afirma o instituto.

Justiça decide repatriar palestino

Em decisão divulgada nesta tarde, a Justiça Federal decidiu repatriar o palestino. Segundo a CNN apurou, fontes da PF afirmam que Muslim M. A Abummar e os familiares podem ser repatriados ainda neste domingo, se houver vaga no voo.

A defesa de Muslim M. A Abuumar havia conseguido uma decisão liminar que adiava a repatriação. A Justiça ainda determinou que PF prestasse esclarecimentos sobre os motivos de impedir a entrada do palestino que estava com a mulher grávida de sete meses, um filho de 6 anos e a sogra.

Após os esclarecimentos, a magistrada Millena Marjorie Fonseca da Cunha considerou que não houve ilegalidade na ação da PF e determinou a repatriação. A defesa do palestino afirmou que vai recorrer ao Tribunal Regional Federal da Terceira Região (TRF-3).

Investigação

Muslim M. A Abuumar está acompanhado da mulher – grávida de 7 meses – um filho de 6 anos e a sogra, de 69 anos. Abuumar emitiu no dia 13 de junho um visto de 90 dias para permanecer no Brasil. Já os outros três familiares são cidadãos malaios e não precisam de visto para entrar no país.

A suspeita dos investigadores é que Abummar tenha vindo a São Paulo para que a mulher tenha o filho. Deste modo, a criança nasceria brasileira, o que garantiria a naturalização e a permanência dos familiares no território brasileiro.

Para a PF, esse “modus operandi” foi observado em outras pessoas suspeitas de estarem vinculadas a organizações responsáveis por atos terroristas e que o cenário justifica o impedimento para entrarem no país.



Fonte da Notícia

Share Article:

Considered an invitation do introduced sufficient understood instrument it. Of decisively friendship in as collecting at. No affixed be husband ye females brother garrets proceed. Least child who seven happy yet balls young. Discovery sweetness principle discourse shameless bed one excellent. Sentiments of surrounded friendship dispatched connection is he. Me or produce besides hastily up as pleased. 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Edit Template

© 2024 Criado em 2004