Bem vindo ao CanalNoite A Sua Noite Passa por Aqui + de 20 anos no ar

Want to Partnership with me? Book A Call

Popular Posts

Dream Life in Paris

Questions explained agreeable preferred strangers too him her son. Set put shyness offices his females him distant.

Hot

Categories

Edit Template

Sebrae propõe marco regulatório para ampliar mercado dos pequenos negócios para a América do Sul | ASN Nacional


O presidente do Sebrae, Décio Lima, defendeu a criação de um marco regulatório não só para o Brasil e a Colômbia, mas para a América do Sul durante o evento Fórum Empresarial Colômbia-Brasil, nesta quarta-feira (17). O dirigente integra a missão brasileira liderada pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil), sob o comando do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no país vizinho. O objetivo da viagem é participar do programa “Jornada Empreendedora” e do Fórum Empresarial Colômbia-Brasil, que reunirá autoridades brasileiras e colombianas e cerca de 300 empresários de ambos os países e diferentes setores.

Nós temos que retomar um processo para minimamente nos igualarmos aos continentes que interagem nos processos econômicos no mundo todo. A América do Sul precisa construir uma sinergia entre as nossas economias para podermos interromper este contexto que nos isola no momento em que o conceito da economia globalizada não tem mais volta.
Décio Lima, presidente do Sebrae Nacional.

Durante a abertura do Fórum Empresarial Colômbia-Brasil, Décio Lima pediu mais sinergia econômica entre os países da América do Sul. Foto: Juan Velo

Em sua fala, o presidente do Sebrae ressaltou a força dos pequenos negócios nos dois países, pois em ambos as micro e pequenas empresas representam 95% dos empreendimentos locais. “Acredito que este momento é fundamental para que nós possamos, cada vez mais, interagir nos processos econômicos. Todos vamos crescer, a Colômbia e o Brasil, mas, sobretudo, construiremos aqui um paradigma para a América do Sul, que precisa interagir economicamente para deixar grandes os nossos países”, argumentou.

O Sebrae e a Apex estão trabalhando para ampliar o mercado para os pequenos negócios nas Américas. “Em Bogotá, o Sebrae reforça sua missão estratégica, em conjunto com a Apex, na promoção dos pequenos negócios. Sabe-se que em um mundo globalizado não é possível pensar apenas no mercado local. Os processos da inovação e da sustentabilidade revolucionam a dinâmica da economia. E estamos fazendo esta integração. Assim como no Brasil, 95% dos negócios colombianos são de pequenos negócios. É um grande momento da economia brasileira, o presidente Lula lidera o G20, o Mercosul e nossa meta é retirar o Brasil do Mapa da Fome”, destacou o presidente Décio Lima.

Hoje, quase 50% dos atendimentos da Apex são destinados aos empreendedores de pequenos negócios. “O Sebrae e a Apex estão construindo uma parceria estratégica. O Sebrae apoia as empresas e a Apex tem condições de internacionalizar e promover a exportação dessas empresas. Aqui, vamos assumir compromissos econômicos essenciais”, afirma Jorge Viana, presidente da Apex.

O Fórum está na agenda dos presidentes Lula e Petro, que manterão encontro de trabalho com atenção especial nas iniciativas para promover comércio e investimentos, o bem-estar das populações brasileira e colombiana e o desenvolvimento sustentável, em especial por meio da Organização do Tratado de Cooperação Amazônica. O encontro presidencial permitirá, ainda, aprofundar o diálogo sobre temas sociais, a exemplo da igualdade racial, dos direitos humanos, da agricultura familiar e da política externa feminista.

Internacionalização

Presidente Décio Lima (segundo, da esquerda para a direita) representa o Sebrae na comitiva que conta também com a Apex. Foto: Charles Damasceno.

O Brasil é o 3º maior fornecedor para a Colômbia, com 6,4% de participação no mercado em 2023. As exportações brasileiras para o país somaram US$ 3,82 bilhões. Em 2023, foram comercializados entre os dois países US$ 6,1 bilhões.

Atualmente, há cerca de 100 empresas brasileiras estabelecidas na Colômbia, que é o 2º destino de interesse para internacionalização de empresas brasileiras. O objetivo do governo federal, em parceria com o Sebrae, é estreitar as relações comerciais e abrir novos mercados entre o Brasil e os países das Américas do Sul, Central e do Caribe.

“Estamos com uma agenda conjunta para garantir oportunidade para os pequenos negócios em várias frentes. Enquanto a Apex realiza um trabalho de promoção nos mercados internacionais, o Sebrae prepara essas empresas para que possam exportar e, com isso, gerar mais emprego e renda para o país”, afirma Décio Lima.



Source link

Share Article:

Considered an invitation do introduced sufficient understood instrument it. Of decisively friendship in as collecting at. No affixed be husband ye females brother garrets proceed. Least child who seven happy yet balls young. Discovery sweetness principle discourse shameless bed one excellent. Sentiments of surrounded friendship dispatched connection is he. Me or produce besides hastily up as pleased. 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Edit Template

© 2024 Criado em 2004