Bem vindo ao CanalNoite A Sua Noite Passa por Aqui + de 20 anos no ar

Want to Partnership with me? Book A Call

Popular Posts

Dream Life in Paris

Questions explained agreeable preferred strangers too him her son. Set put shyness offices his females him distant.

Hot

Categories

Edit Template

Uso de IA e deepfakes para constranger mulheres poderá dar até 4 anos de cadeia, prevê projeto


O uso de inteligência artificial (IA) com o objetivo de alterar ou criar fotos, vídeos e áudios para constranger e prejudicar mulheres poderá ser tipificado como crime no país, de acordo com um projeto que está tramitando na Câmara dos Deputados.

A infração pode render até quatro anos de cadeia, segundo o texto, que seria incluído na Lei Maria da Penha.

O projeto de lei 5.695/23, que foi aprovado pela Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher, agora precisa ser analisado e aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) para ser levado ao plenário da Câmara. Em caso de aprovação, ele será enviado ao Senado.

Segundo o texto, o intuito é punir quem “adulterar, alterar, criar, desenvolver, elaborar, fabricar, manipular, preparar ou produzir fotos, vídeos ou áudios, utilizando-se de sistema de inteligência artificial, com o objetivo de causar constrangimento, humilhação, assédio, ameaça ou qualquer outro tipo de violência à mulher, no âmbito doméstico ou familiar”.

O projeto, de autoria do deputado federal Fred Linhares (Republicanos-DF), foi proposto inicialmente com pena de um a dois anos de reclusão, com multa.

A punição prevista, no entanto, foi dobrada após a apresentação de um substitutivo da relatora da proposta, a parlamentar Dayany Bittencourt (União-CE). A pena mínima também foi elevada de um para dois anos.

A proposta surge após uma série de casos criminosos que envolvem o uso de IA terem ganhado repercussão no Brasil e no mundo.

Em novembro de 2023, mais de 20 meninas, em sua maioria alunas do Colégio Santo Agostinho, no Rio de Janeiro, foram vítimas de falsos nudes produzidos por outros estudantes com o uso de IA.

As montagens, que se baseavam em fotos reais das meninas, foram amplamente divulgadas em grupos de WhatsApp. No Colégio Marista São Luís, em Recife, outras 18 meninas foram vítimas do mesmo tipo de crime.

Ainda em 2023, a atriz Ísis Valverde também foi vítima de ataques similares. No final de outubro, supostas fotos nuas da artista foram vazadas e atribuídas a ela. Posteriormente, a polícia concluiu que as fotos foram retiradas de uma rede social da atriz e manipuladas através de programas de alteração de imagem, com auxílio de inteligência artificial.

Outro caso que ganhou destaque global, já em 2024, foi o da cantora Taylor Swift. Ela foi vítima de falsos nudes criados por inteligência artificial – também chamados de “deepnudes”, uma variação do termo “deepfakes” –, com imagens que chegaram a ser visualizadas mais de 47 milhões de vezes na rede social X.

 

Com informações da Agência Câmara



Fonte da Notícia

Share Article:

Considered an invitation do introduced sufficient understood instrument it. Of decisively friendship in as collecting at. No affixed be husband ye females brother garrets proceed. Least child who seven happy yet balls young. Discovery sweetness principle discourse shameless bed one excellent. Sentiments of surrounded friendship dispatched connection is he. Me or produce besides hastily up as pleased. 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Edit Template

About

Appetite no humoured returned informed. Possession so comparison inquietude he he conviction no decisively.

Recent Post

  • All Post
  • Arte e Lazer
  • Cultura
  • Destaque
  • Educação
  • Esportes
  • Futebol
  • Novidades
  • Sem categoria
  • Social Media
  • Sports
  • Videos

© 2024 Criado em 2004