Décio Lima: “Precisamos dar maior visibilidade para os micro e pequenos empreendedores” | ASN Nacional

Décio Lima: “Precisamos dar maior visibilidade para os micro e pequenos empreendedores” | ASN Nacional


O futuro da economia brasileira passa pelo fortalecimento dos pequenos negócios, com o estímulo à inovação, a promoção da sustentabilidade e a inclusão social e econômica. Foi o que defendeu o presidente do Sebrae, Décio Lima, nesta terça-feira (14), em Brasília, nos Diálogos Capitais “Um projeto de Brasil”, evento promovido pela Carta Capital para comemorar os 30 anos da revista. A iniciativa reuniu especialistas e representantes da classe política com o objetivo de debater temas importantes para o futuro do país.

Revista Carta Capital promove Diálogos Capitais para debater “Um projeto de Brasil”. Crédito: Erivelton Viana

Precisamos dar mais visibilidade para o setor dos micro e pequenos empreendedores, que representa 95% dos CNPJs no Brasil, é responsável por 55% dos empregos formais e por apenas 30% do Produto Interno Bruto (PIB). São homens e mulheres que produzem renda e fazem a nossa economia girar. Esse setor precisa ter visibilidade, pois não tem acesso ao mercado da forma que merecia ter. Ele é a base de garantia e de sustentação das grandes cadeias produtivas”, afirmou o presidente do Sebrae ao recordar o lançamento do Programa Acredita, que visa à disponibilização de crédito para que esse público possa crescer.

Atualmente, 88% das MPE não acessam crédito no país. São excluídos do próprio mercado. Por isso, estamos oferecendo a maior carteira de crédito da história do Sebrae, com R$ 30 bilhões disponibilizados por meio do Fundo de Aval às Micro e Pequenas Empresa (Fampe). É um momento de acreditar no Brasil, termos otimismo, de superarmos os obstáculos, de retomarmos a industrialização e apoiarmos o povo brasileiro.

Décio Lima, presidente do Sebrae.

O presidente do Sebrae ainda reforçou a necessidade de os negócios no presente e no futuro estarem alinhados a conceitos como inovação, sustentabilidade, e que promovam a inserção das famílias mais pobres. “Como diz o presidente Lula, colocar o povo no orçamento”, lembrou.

Quando se fala em sustentabilidade, só o Brasil tem Amazônia e conta com uma matriz energética baseada na energia renovável. Em relação à inovação, temos uma qualidade incomparável da nossa população. Somos os mais criativos do planeta. Com isso, podemos tornar o Brasil um país potente, sem fome, nem miséria.

Décio Lima, presidente do Sebrae.

Comércio exterior
O painel no qual o presidente Décio Lima participou também envolveu discussões sobre as exportações brasileiras e o papel do turismo na promoção de um desenvolvimento sustentável. A discussão contou com a presença do presidente da Embratur, Marcelo Freixo; da diretora de Negócios da Agência de Promoção e Exportação do Brasil (Apex Brasil), Ana Paula Repezza; e da secretária de Comércio Exterior do Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC), Tatiana Prazeres.

Presidente da Embratur, Marcelo Freixo. Crédito: Erivelton Viana

O presidente da Embratur ressaltou a importância do turismo para fortalecer a economia brasileira. “Muitas das vezes, não enxergamos o turismo como um instrumento de desenvolvimento econômico. Nós temos um grande potencial e ainda demoramos a tomar medidas nesse caminho. O turismo é um elemento de exportação e é assim que parte do planeta já pensa”, afirmou.



Source link