Fomento à cultura: Funjope realiza nesta terça e quarta-feira últimas reuniões da Lei Paulo Gustavo

Fomento à cultura: Funjope realiza nesta terça e quarta-feira últimas reuniões da Lei Paulo Gustavo


A Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope), junto ao Comitê Consultivo Municipal da Lei Paulo Gustavo, realiza esta semana as duas últimas plenárias para discutir como será a utilização dos recursos da LPG. Os encontros acontecem nos bairros de Tambauzinho, nesta terça-feira (30), e Mangabeira, nesta quarta-feira (31), a partir das 18h.

Os debates têm atraído a comunidade de artistas, lideranças culturais, profissionais da cultura que querem colaborar e aderir ao projeto da LPG. Todos estão com grande expectativa em torno dos recursos e do desenvolvimento dos projetos. A Funjope, por sua vez, trabalha de forma intensa para executar a verba, conforme orientação do prefeito Cícero Lucena.

“Esta iniciativa junto aos que fazem a cultura no município contribui para construir uma base sólida para uma nova política de cultura em João Pessoa. As plenárias renovam esse sentimento, porque levam informações da LPG para artistas pretas, pretos, da periferia. As pessoas que participam, em sua maioria, são ligadas às culturas populares”, ressaltou Marcus Alves, diretor executivo da Funjope.

A base da LPG prevê que a comunidade de artistas possa apresentar ao poder municipal seus projetos de atividades culturais. Nestas plenárias são apresentadas as propostas dos movimentos culturais e sociais para a construção dos editais da lei no município.

Essa mobilização da comunidade de artistas conta com a parceria da Central Única de Favelas (Cufa) e da Secretaria Executiva da Participação Popular (SEPP) do município. A Lei Paulo Gustavo – Lei Complementar nº 195, de 8 de julho de 2022, destina R$ 6.995.522,21 milhões para o município de João Pessoa. Com este recurso, a intenção é amenizar os efeitos da pandemia da Covid-19.

Ouvir as comunidades de artistas é uma prática adotada pela Funjope desde 2021, discutindo seus editais, realizando conversas públicas, a exemplo do processo que foi feito na Lei Aldir Blanc, traduzindo e explicando os editais, orientando como cada grupo de artistas pode fazer seus projetos.

Canais online – A Funjope disponibiliza três canais para envio de propostas. Um formulário, que pode ser acessado no link; um e-mail específico da lei, lpg.joaopessoa@gmail.com, e ainda a plataforma 1doc – https://joaopessoa.1doc.com.br – bastando, para isso, selecionar o setor Funjope – Lei Paulo Gustavo e o assunto ‘Propostas para Editais da Lei Paulo Gustavo’.





Fonte da Notícia