Jackson quer unidade da Federação PT, PV e PCdoB em João Pessoa e pontua ‘aceno’ de Cícero a Lula: “Não é pouca coisa”

Jackson quer unidade da Federação PT, PV e PCdoB em João Pessoa e pontua ‘aceno’ de Cícero a Lula: “Não é pouca coisa”


O presidente do PT na Paraíba, Jackson Macedo, declarou que trabalha pela unidade da Federação para as eleições na cidade, sem rachas. Ele dialoga com o PV e PCdoB, que apoiam o prefeito Cícero Lucena, enquanto o PT da capital deliberou por candidatura própria.

“O PT tem maioria no Conselho Nacional da Federação, mas logicamente isso precisa ser construído, pois se fosse assim, não seria necessário ter uma Federação, apenas a posição do PT bastaria. A posição do PC do B, do PV deve sim ser levada em consideração, até porque, se houver esse apoio, Cícero ficará em vantagem, com dois a um, como aconteceu na conjuntura passada em que houve apoio a João Azevedo. No entanto, o PT usou sua força nacional e negociou. Isso faz parte das negociações nacionais, onde o PV, por exemplo, pode buscar apoio em uma cidade em troca de apoio em outra, e o PCdoB pode seguir a mesma estratégia, priorizando determinadas cidades. O PT entende que, em algumas situações, é preciso ceder. Tudo isso é levado em consideração no cenário nacional, e a intenção é evitar rachas na Federação, pois politicamente isso é prejudicial para os três partidos”, declarou à Tv Arapuan.

Macedo também comentou sobre Cícero Lucena, que admitiu votar em Lula em 2026. Para Macedo, isso ‘não é pouca coisa’.

“A esquerda tem uma obrigação dessa gestão, que já sinalizou, por exemplo, na fala do prefeito, o desejo de votar em Lula em 2026. Eu não acho isso pouco. O que Lula está dizendo é: ‘Quem já está conosco, está conosco’, e para ganhar em 2026, precisamos trazer outras pessoas e outros segmentos da política. O governo de Cícero, pra um segundo governo, pode ser disputado para a esquerda avançar em algumas pautas, como orçamento participativo, conselhos de discussão e uma agenda ambiental, o campo progressista disputar. O PSB está fazendo isso de maneira legítima, ocupando espaços estratégicos, e veremos isso na próxima reforma na prefeitura”, disse.

Macedo evitou comentar a posição de Luciano Cartaxo na disputa e elogiou Cida Ramos, que é sua preferência como pré-candidata. Ele reiterou que marchará junto da candidatura própria como os filiados decidiram.

“Se colocarmos na balança e observarmos a história de Cida, sua identidade com o PT é muito forte, com um legado desde o impeachment da presidente Dilma e a campanha de Haddad. Ela esteve nas ruas fazendo campanha pelo Lula e tem identidade com os movimentos sociais”, defendeu.





Fonte da Notícia