Presidente da CBF processa John Textor por calúnia – 10/11/2023 – Esporte

Presidente da CBF processa John Textor por calúnia – 10/11/2023 – Esporte


O empresário americano John Textor, proprietário do Botafogo, foi processado por calúnia pelo presidente da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), por acusar a entidade de “corrupção” após uma derrota do time alvinegro há dez dias.

Uma fonte da CBF confirmou à AFP nesta sexta-feira (10) que uma denúncia foi apresentada por seu presidente, Ednaldo Rodrigues, a um tribunal do Rio de Janeiro e que a entidade também se tornou parte civil.

No dia 1º de novembro, John Textor, que comprou o Botafogo em março de 2022, fez comentários contra Ednaldo após a derrota de virada por 4 a 3 da equipe carioca para o Palmeiras.

Suas críticas se concentraram na expulsão do zagueiro Adryelson quando o Botafogo ainda vencia o jogo por 3 a 1.

“O mundo inteiro viu, não era para cartão vermelho (…) Mudou o rumo do jogo. É roubo, corrupção”, disparou, irritado, ao microfone do canal Premiere após o jogo.

“Ednaldo (Rodrigues), você pode me multar, mas tem que pedir demissão amanhã de manhã! Esse campeonato virou uma piada”, completou.

O Botafogo, que chegou a ser líder com 13 pontos de vantagem em relação ao segundo colocado há três meses após o primeiro turno, viu sua vantagem derreter depois de emendar quatro derrotas consecutivas.

Na noite de quinta-feira (9), uma semana após o revés contra o Palmeiras, o time voltou a perder por 4 a 3, desta vez para o Grêmio, que virou o placar graças a um hat-trick do uruguaio Luis Suárez no segundo tempo.

O Botafogo segue na liderança do Campeonato Brasileiro, mas com o mesmo número de pontos de Grêmio e Palmeiras no momento em que faltam cinco rodadas. Mas o alvinegro disputou uma partida a menos que seus dois perseguidores mais próximos.

John Textor, que fez fortuna com efeitos especiais de cinema e criação digital usando inteligência artificial, é o chefe do conglomerado Eagle Football Holdings, dono do clube londrino Crystal Palace, do Botafogo, do Olympique Lyonnais e do belga RWD Molenbeek.

O magnata americano de 58 anos se tornou presidente do Lyon em maio de 2023, sucedendo o antigo proprietário Jean-Michel Aulas.

Os ‘Lyonnais’ vivem uma crise com um início de temporada extremamente complicado, ocupando atualmente o último lugar na Ligue 1.



Fonte da Notícia