Just Another WordPress Site Fresh Articles Every Day Your Daily Source of Fresh Articles Created By Royal Addons

Want to Partnership with me? Book A Call

Popular Posts

Dream Life in Paris

Questions explained agreeable preferred strangers too him her son. Set put shyness offices his females him distant.

Hot

Categories

Edit Template

“liberdade não pode ser absoluta”

[ad_1]

O coordenador de interiorização da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), advogado João de Deus Quirino Filho, concedeu entrevista ao programa Olho Vivo da TV Diário do Sertão e comentou sobre o Projeto de Lei (PL) 2630/2020 que trata sobre o combate às fake news.

Para o jurista, as discussões com base em viés políticos apenas prejudicam a tramitação do PL no Congresso Nacional. João de Deus defendeu o projeto e falou de sua necessidade de aprovação, mesmo já existindo o Marco Civil da Internet no Brasil.

“Eu entendo que além do Marco Civil, há a necessidade sim de um PL específico para combater a disseminação de notícias falsas que é conhecida por fake news, porque ele traz além de um conteúdo de regulamentação, de organização desse palco que é tão propício para tantas coisas boas, mas também para noticias ruins, para notícias que impactam e que faz mal às pessoas, que faz mal à sociedade, às instituições. Entendo que esse projeto vem regulamentar e vem trazer também aspectos de punição”, destacou o advogado.

“Acredito que para a imprensa e para a sociedade brasileira, uma melhor regulamentação e uma melhor organização desse palco chamado internet, é disseminação de notícias, é bom para todo mundo”, acrescentou.

Liberdade de expressão e censura

O profissional de Direito explicou que é preciso haver um limite no que diz respeito à Liberdade de Expressão, Liberdade de Imprensa. Ele citou os casos recentes de informações falsas que gerou pânicos nas famílias quanto a rumores de supostos ataques em escolas.

Segundo João de Deus Quirino, a liberdade não pode ser utilizada para prejudicar outras pessoas com mentiras ou coisas do tipo. Ele disse que a livre expressão não pode ser de forma absoluta.

“Essa liberdade ela não pode ser absoluta. A liberdade da própria imprensa ou da manifestação do cidadão ela pode ser ponderada, razoabilizada, flexibilizada para que ela não chegue ao absurdo. A liberdade é para uma expressão, é para a publicação de algo que venha do sentimento, da opinião do cidadão, mas essa liberdade ela deve ser estancada quando essa opinião vem recheada de notícias falsas, de informações falsas e de informações que fazem mal”, enfatizou o advogado.

[ad_2]

Fonte da Notícia

Share Article:

Considered an invitation do introduced sufficient understood instrument it. Of decisively friendship in as collecting at. No affixed be husband ye females brother garrets proceed. Least child who seven happy yet balls young. Discovery sweetness principle discourse shameless bed one excellent. Sentiments of surrounded friendship dispatched connection is he. Me or produce besides hastily up as pleased. 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Edit Template

© 2023 Created with Royal Elementor Addons